Slide

Parceiros

Publicidade

Aconteceu #4: Seria o Fim das Lootboxes?
iDescreto 25 fevereiro, 2021 às 21:23 , 0 Editar

Causando discórdia entre os usuários pela sua agilidade e facilidade de superfaturamento de itens as caixas surpresas disponibilizadas pelo Habbo vem trazendo um debate bastante interessante no passar de cada oferta feita por temporada. Hoje vamos falar sobre as lootboxes e uma ação jurídica acionada por uma associação Brasileira.

Lootboxes

O Habbo adotou uma dinâmica utilizada por várias outras plataformas e jogos que é o sistema de lootboxes mas o que é uma lootboxe? Nada mais é que uma "caixa surpresa" que ao abrir você ganha um dos itens listados com possibilidades diferentes passando dos mais difíceis para os mais fáceis/comuns.

Caracterizado por uma prática ilegal em alguns países o Habbo já foi impossibilitado de disponibilizar essa forma de venda de itens em algumas de suas comunidades (FR e NL) onde os mobis/visuais que viriam na caixa são vendidos em pacotes com preços variados dependendo da probabilidade da caixa.

ANCED 

A ANCED (Associação Nacional dos Centros de Defesa da Criança e do Adolescente) entrou com uma ação jurídica sob a venda dessas caixas surpresas no Brasil pedindo ainda indenização em 7 processos que contabilizam aproximadamente R$19 bilhões por danos coletivos e individuais nas empresas Activision, EA GAMES, Garena Brasil, Nintendo, Ubisoft, Konami, Valve e Tencent e ainda outras quatro (Apple, Microsoft, Google e Sony) também estão inclusas por hospedarem em suas plataformas e lojas virtuais jogos que adquirem essa prática de venda. 
Segundo a associação os processos já estão protocolados na Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal.
Ainda a associação justifica que a prática é caracterizada como "jogo de azar" e publica em seu site a seguinte nota:

“Tal prática (Loot Box) é muito utilizada nos jogos de azar, presente nos casinos, em que se rola uma roleta a fim de obter o prêmio máximo.

As empresas que exploram o seguimento de games se utilizam de diversos recursos audiovisuais. Caso, por exemplo, o jogador ganhe um item considerado raro, a tela brilha com uma animação e um som especial é emitido. Isso induz no jogador um sentimento de recompensa na retirada do item, sendo ainda mais graves nas crianças e adolescentes, pois ainda estão em desenvolvimento, o que muitas vezes leva ao vício ou ao desenvolvimento de desvio de personalidade.

Em jogos como FIFA, famoso jogo de futebol, ídolos como Neymar, Messi, Cristiano Ronaldo, entre outros, só podem ser obtidos com a abertura dessas caixas. As crianças e os adolescentes possuem seus ídolos e para conseguir jogar com o personagem com eles, é necessário abrir diversas caixas de recompensa, podendo nunca obtê-lo.

Essa prática constitui, segundo a legislação brasileira, uma forma de jogo de azar, estando proibida pela Lei das Contravenções Penais e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. Em alguns países, como a Bélgica e a Holanda, o sistema de loot boxes já foi banido. É preciso que o Brasil se posicione em relação a essa prática abusiva.“

A ação será julgada caso seja aceita por um juiz de direito e pode demorar alguns anos para que possamos ver o impacto dela (caso aceita) dentro dos jogos.

Impacto no Habbo

Caso essa proibição seja implementada no Brasil o Habbo não terá outra escolha a não ser vetar a venda e distribuição desse tipo de item já que não devem correr o risco de serem processados. Com isso alguns itens do jogo podem aumentar ou diminuir o preço pois não serão mais disponibilizados por probabilidade/sorte. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyrights © LeafHabbo. Todos direitos reservados.
Este site da web não é de propriedade ou operado pela Sulake Corporation Oy e não é parte do Habbo Hotel®.
Desenvolvido por Marco Cuel (Bromarks)